sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Nóbeis sEmos todos...

Já privei com um Nobel...da paz.
A sério, já estive em casa dele, à mesa dele e fui médica dele...vários dias.
Não me orgulho nada e cresci mais 1 milímetro e meio depois desses dia. 1 milímetro foi depois de ter percebido que qualquer um de nós pode ser Nobel da Paz e mais meio porque me considero muito mais Nobel que esse senhor...Por isso não percebo o porquê da admiração geral do mundo político depois desta nomeação...Mais uma vez se conclui que qualquer um pode opinar acerca de tudo (até euzinha...) e que é fácil fazê-lo. Basta desbobinar a sequência de sílabas que disparam directamente dos neurónios para a língua. O pior é quando elas passam 1º pelo tubo digestivo (cólon incluído) antes de sair pela boca!

2 comentários:

Ricardo Diz disse...

A tua interacção com um Nobel em Timor foi para mim a confirmação de como este mundo é um mundo de aparências.

Na realidade não penso que a mais recente nomeação seja o reconhecimento e admiração existente pelo Obama, mas sim uma pressão no sentido de influenciar o presidente Americano a agir de acordo com o esperado por um Nobel da paz. Vamos ver o que temos nos diz...

bjs

CMB disse...

Tou mesmo a ficar cotazão, que com o meu volume cota é "piqueno". Que sentimentalão eu acabei por sair, ter de me torcer todo, tomar Rennie...enfim...ter de concordar...com este post. A miúda até escreve umas coisas e realmente um americano ser nobel da paz...não lembra ao Kadhaffi. Ora, ora...